Polícia

Réu em outros dois processos, tenente é denunciado por terceiro caso de agressão

Réu em dois processos, por ameaça, agressão e injúria, o 2º tenente da PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul) André Luiz Leonel Andrea também foi denunciado por mais uma agressão, com outro sargento, um cabo e um soldado. O fato ocorreu em 14 de novembro de 2020, em Bodoquena, a 260 quilômetros de […]

Renata Portela Publicado em 09/03/2021, às 17h49

Policiais foram filmados agredindo rapaz (Reprodução)
Policiais foram filmados agredindo rapaz (Reprodução) - Policiais foram filmados agredindo rapaz (Reprodução)

Réu em dois processos, por ameaça, agressão e injúria, o 2º tenente da PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul) André Luiz Leonel Andrea também foi denunciado por mais uma agressão, com outro sargento, um cabo e um soldado. O fato ocorreu em 14 de novembro de 2020, em Bodoquena, a 260 quilômetros de Campo Grande.

Conforme a denúncia apresentada pelo MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), o tenente injuriou a vítima, ofendendo a dignidade e o decoro. Conforme relato dos fatos, ocorria uma carreata em prol de uma candidata à prefeita no município. Os policiais faziam ronda a pé, acompanhando o evento.

Em determinado momento, Leonel abordou o rapaz, dizendo para que ele ficasse na calçada e ele então acatou. No entanto, quando os policiais se afastaram, ele voltou a descer para a rua. Assim, os militares retornaram e o tenente Leonel abordou novamente o rapaz. Ele começou a xingar a vítima, que se afastou e subiu a calçada.

Mesmo assim, o militar ainda ordenou que os outros PMs o algemassem. Ele foi derrubado na rua, tendo os policiais agido com excesso. O sargento ainda chegou a pisar no rosto do rapaz e o tenente chutou a barriga, para depois algemar. O rapaz foi levado para a viatura e foi feito boletim de ocorrência contra ele.

Os militares foram denunciados pela agressão, enquanto os outros dois por não reportarem aos superiores o abuso cometido. A denúncia foi oferecida em 22 de fevereiro e digitalizada nesta segunda-feira (8), mas ainda não foi recebida. Nesta terça-feira (9), Leonel se tornou réu por agressão contra uma mulher no batalhão de Bonito. Em dezembro, ele se tornou réu por outro processo, em que é acusado de ameaça.

youtube.com/watch?v=_i79bnsi7cE

Jornal Midiamax