Polícia

Rapaz faz grupo de WhatsApp para traficar e é preso ao receber droga pelos Correios em Campo Grande

Foi preso no fim da tarde desta quarta-feira (3), Carlos Eduardo Tebaldi de 25 anos, pelo crime de tráfico de drogas, no bairro Vila Piratininga em Campo Grande. Ele recebia maconha pelos Correios quando acabou preso em frente de sua casa por policiais militares do Batalhão de Choque, que já havia recebido a informação da […]

Thatiana Melo Publicado em 04/03/2021, às 06h03 - Atualizado às 11h54

Na casa do traficante, a polícia ainda encontrou 6 pés de maconha (Ilustrativa)
Na casa do traficante, a polícia ainda encontrou 6 pés de maconha (Ilustrativa) - Na casa do traficante, a polícia ainda encontrou 6 pés de maconha (Ilustrativa)

Foi preso no fim da tarde desta quarta-feira (3), Carlos Eduardo Tebaldi de 25 anos, pelo crime de tráfico de drogas, no bairro Vila Piratininga em Campo Grande. Ele recebia maconha pelos Correios quando acabou preso em frente de sua casa por policiais militares do Batalhão de Choque, que já havia recebido a informação da comercialização de drogas no local.

A prisão aconteceu por volta das 17h30 desta quarta (3), quando Carlos recebia uma encomenda dos Correios e ao ver uma viatura policial teria se assustado jogando o pacote para dentro da residência, o que levantou suspeitas dos militares que o abordaram.

Ele acabou confessando que no pacote estava maconha que havia comprado pelo valor de R$ 1 mil e que revenderia cada porção por R$ 50. Ainda segundo Carlos, ele criou um grupo de WhatsApp para revender drogas pela internet em Campo Grande.

Dentro da residência, os policiais encontraram ainda seis pés de maconha que já estavam prontos para serem colhidos e comercializados. O autor já tinha passagens por tráfico de drogas. Também foram aprendidas balança de precisão e papel filme.

Jornal Midiamax