Polícia

Proprietárias são multadas por desmatamento ilegal em fazenda

A PMA (Polícia Militar Ambiental) com uso de GPS, realizou fiscalização em uma fazenda no município de Nova Andradina. Os policiais ambientais localizaram, aferiram e caracterizaram o uso do solo atual, de um desmatamento de 5,7 hectares de vegetação nativa realizado no ano de 2020 sem a licença ambiental. O desmatamento foi descoberto por imagem […]

Diego Alves Publicado em 05/03/2021, às 22h57

Divulgação, PMA
Divulgação, PMA - Divulgação, PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) com uso de GPS, realizou fiscalização em uma fazenda no município de Nova Andradina.
Os policiais ambientais localizaram, aferiram e caracterizaram o uso do solo atual, de um desmatamento de 5,7 hectares de vegetação nativa realizado no ano de 2020 sem a licença ambiental. O desmatamento foi descoberto por imagem de satélites em técnica de sobreposição de imagens.

A área já estava gradeada recentemente para plantio de cana-de-açúcar. A madeira proveniente da vegetação desmatada ainda se encontrava no local. As atividades foram interditadas.

A fazenda está no nome de duas irmãs, de 18 anos, residentes em Santana do Garambeu (MG), que foram autuadas administrativamente e foram multadas em um valor total de R$ 6 mil. Elas também responderão por crime ambiental com pena de três a seis meses de detenção. As infratoras foram notificadas a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

Jornal Midiamax