Polícia

Por desacerto na compra de celular, homem é chamado de ladrão e denuncia calúnia

Homem de 34 anos procurou a Polícia Civil de Campo Grande para denunciar caso de calúnia, após desentendimento envolvendo a compra de um celular. Ele estaria sendo acusado de ladrão por uma mulher que teria lhe emprestado o dinheiro. Ele explicou que alugou um quarto entre abril e novembro do ano passado, na região do […]

Renan Nucci Publicado em 28/01/2021, às 14h20 - Atualizado às 14h30

Caso foi encaminhado ao Cepol (Foto: Leonardo França)
Caso foi encaminhado ao Cepol (Foto: Leonardo França) - Caso foi encaminhado ao Cepol (Foto: Leonardo França)

Homem de 34 anos procurou a Polícia Civil de Campo Grande para denunciar caso de calúnia, após desentendimento envolvendo a compra de um celular. Ele estaria sendo acusado de ladrão por uma mulher que teria lhe emprestado o dinheiro.

Ele explicou que alugou um quarto entre abril e novembro do ano passado, na região do Parque dos Poderes, e dividia residência com uma mulher. Na oportunidade, teria pedido o cartão de crédito dela emprestado para comprar um celular de R$1,2 mil.

Conforme combinado, ele iniciou o pagamento no dia 13 deste mês de janeiro, repassado R$ 723. No entanto, a mulher passou a enviar mensagens à esposa dele, dizendo que ela estaria ‘dormindo com o inimigo’ e acusando-o injustamente de roubo.

Como se não bastasse, ela também teria entrado em contato com a ex-mulher dele e com uma tia dele, dizendo que havia sido roubada por ele, alegando que ele não pagou o telefone e a deixou com dívida no cartão. O caso é investigado.

Jornal Midiamax