Polícia

Polícia fecha “mercado do crack” na fronteira de MS

A polícia paraguaia conseguiu desarticular um entreposto de comercialização de drogas que era conhecido como “mercado do crack”. As drogas eram comercializadas em uma residência, no bairro de Vila Alta, em Concepcion, que também faz fronteira com o Mato Grosso do Sul. Segundo agentes da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas), durante a operação foi apreendida matéria […]

Marcos Morandi Publicado em 06/03/2021, às 10h23

Duas pessoas foram presas pela polícia paraguaia. (Foto: Senad)
Duas pessoas foram presas pela polícia paraguaia. (Foto: Senad) - Duas pessoas foram presas pela polícia paraguaia. (Foto: Senad)

A polícia paraguaia conseguiu desarticular um entreposto de comercialização de drogas que era conhecido como “mercado do crack”. As drogas eram comercializadas em uma residência, no bairro de Vila Alta, em Concepcion, que também faz fronteira com o Mato Grosso do Sul.

Segundo agentes da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas), durante a operação foi apreendida matéria prima que seria suficiente para o preparo de 16 mil doses de para venda no varejo.

No local também foi encontrada uma pistola com silenciador, silenciador, 5 aparelhos celulares, dinheiro, balança de precisão e outros equipamentos.

A ação da polícia foi acompanhada pelo procurador Arnaldo Andrés Arguello e também resultou nas prisões de Julio César Giménez e Javier Ramón Giménez Jordán.

Jornal Midiamax