Polícia

Polícia descarta que corpo achado em Três Lagoas seja de executado em Sidrolândia

Motivo foi “idades muito diferentes” entre uma vítima e outra, de quem a família procurou a Polícia para denunciar desaparecimento

Danielle Errobidarte Publicado em 05/04/2021, às 13h25

Corpo em Três Lagoas foi encontrado com tiro no rosto e enrolado em tapete
Corpo em Três Lagoas foi encontrado com tiro no rosto e enrolado em tapete - (Foto: Reprodução/ JP News)

A Polícia Civil de Sidrolândia, distante 70 km da Capital, descartou a possibilidade do corpo encontrado na manhã desta segunda-feira (5) em Três Lagoas, seja da vítima assassinada no domingo (4) em Sidrolândia. Familiares de uma pessoa desparecida serão ouvidos após procuraram a delegacia suspeitando de que a vítima poderia ser um rapaz, ainda não localizado.

Segundo o delegado Diego Dantas, de Sidrolândia, a idade entre o corpo encontrado em Três Lagoas é “muito diferente” da vítima de Sidrolândia. “A vítima tem cerca de 20 anos, e de Três Lagoas entre 50 e 60 anos. Já tinha até cabelos brancos”, afirma.

Ainda segundo o delegado, outra testemunha deve ser ouvida ainda nesta segunda-feira, que presenciou os fatos e acionou o resgate. “O objetivo principal agora é localizar o corpo”, afirma o delegado.

Isso porque, ao chegarem no local, policiais de Sidrolândia não encontraram o corpo da vítima, apenas uma poça de sangue.

Testemunhas teriam dito que viram quando o autor parou com uma camionete S10 e jogou o corpo da vítima na carroceria indo embora em seguida. O assassinato teria acontecido por volta das 16 horas de domingo (4).

Já o cadáver localizado em Três Lagoas foi encontrado por populares que passavam pela rodovia depois das 8 horas da manhã desta segunda (5). O corpo já estava em rigidez cadavérica e tinha uma perfuração de tiro na cabeça, além de estar amarrado a fios e enrolado em um tapete.

Jornal Midiamax