Polícia

PMA doa pescado apreendido para associação que presta apoio a pessoas carentes

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Dourados doou pescado apreendido em prisão de pescador para associação que cuida de pessoas carentes e moradores de rua da cidade. Policiais ambientai realizaram a doação para a instituição filantrópica “Fraternidade de Aliança Toca de Assis”, que trabalha no apoio a pessoas com carentes. Ao todo foram 6 kg […]

Diego Alves Publicado em 30/03/2021, às 19h19

PMA
PMA - PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Dourados doou pescado apreendido em prisão de pescador para associação que cuida de pessoas carentes e moradores de rua da cidade.

Policiais ambientai realizaram a doação para a instituição filantrópica “Fraternidade de Aliança Toca de Assis”, que trabalha no apoio a pessoas com carentes. Ao todo foram 6 kg de pescado apreendidos com um infrator no dia 29.

De acordo com a PMA, o artigo 25 da Lei de Crimes Ambientais (Lei Federal nº 9.605/12/2/1998) determina que pescado apreendido em crimes e infrações ambientais seja doado para instituições filantrópicas.

Ressalta-se que, para a instituição poder receber pescado apreendido ou outro produto de crime ambiental, a entidade precisa ter o reconhecimento por lei como de utilidade pública. No ato da doação, a PMA emite um Termo de Cessão de Pescado do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (IMASUL), o qual é encaminhado a este órgão junto com o auto de infração administrativo e cópia é expedida para a Polícia Civil para acompanhar o inquérito criminal.

Jornal Midiamax