PM preso bêbado paga fiança de R$ 2.200 e ganha liberdade

Ele confessou ter bebido 2 taças de vinho

O Policial Militar de 30 anos preso nesta segunda-feira (18) por dirigir embriagado acabou ganhando a liberdade nesta terça-feira (19), em audiência de custódia. Ele foi detido no Residencial , em Campo Grande.

O militar pagou uma fiança de R$ 2.200 e ganhou a liberdade. Em seu depoimento depois de ser preso, ele disse que estava na noite de segunda (18) em um churrasco na casa do irmão e teria tomado duas taças de vinho. Em seguida teria saído com seu carro para comprar cigarros, sendo parado por uma viatura policial. Os agentes teriam dito a ele que seria o responsável pela batida em vários carros estacionados na via.

O autor negou que teria batido nos carros estacionados e inicialmente teria se recusado a fazer o teste do bafômetro, mas depois resolveu fazer dando como resultado 0,93 mg/l. Ele recebeu voz de prisão e foi levado para a delegacia.

Abuso grávida

O Policial Militar reponde a um processo por crimes sexuais. Em 2019, o militar tentou abusar de uma grávida de 19 anos, durante uma viagem em um ônibus até a cidade de Nioaque.

A jovem que estava grávida de 9 meses estava no ônibus sendo que o militar, que estava fardado se sentou o seu lado e passou a puxar conversa com ela sobre a sua gravidez. Durante o trajeto, o policial teria oferecido massagem nas costas da vítima que negou.

Em seguida, o militar passou a ter um comportamento de cunho sexual passando as mãos na perna da vítima, que se esquivou colocando uma bolsa no meio das pernas, mas o policial continuou a passar as mãos no corpo da grávida. O militar ainda teria tirado para fora das calças o órgão genital colocando a mão da vítima em cima, que a retirou imediatamente. Na tentativa de ameaçar e intimidar a jovem, o militar ainda teria passado a manusear sua arma de fogo dentro do ônibus.

Para fugir, a grávida fingiu passar mal e pediu para que o motorista do ônibus parasse. Quando o motorista parou pediu que ajudassem a socorrer a jovem, e foi neste momento que o militar fugiu do local. Chorando muito, a grávida foi levada até a delegacia onde relatou o ocorrido.

PM preso bêbado paga fiança de R$ 2.200 e ganha liberdade
Mais notícias