Polícia

PM desmonta esquema de venda ilegal de combustíveis em Nova Andradina

Combustível era retirado de caminhões-tanque e vendido abaixo dos preços de mercado em Nova Casa Verde.

Danúbia Burema Publicado em 06/03/2021, às 16h48

(Foto: PMMS)
(Foto: PMMS) - (Foto: PMMS)

A Polícia Militar desbaratou um esquema de venda ilegal de combustíveis na noite desta sexta-feira (5). O flagrante se deu no distrito de Nova Casa Verde, em Nova Andradina (a 300 km de Campo Grande).

A Força Tática do 8ª Batalhão da PM descobriu que combustíveis eram furtados de caminhões de distribuidoras. Depois, eram repassados a clientes de assentamentos a preços abaixo do mercado.

De acordo com o Nova News, PMs que realizavam policiamento na região receberam denúncia sobre a ilegalidade. Conforme a acusação, o dono de uma conveniência no km 21 da MS-134 vendia combustível clandestinamente.

Diante disso, os policiais foram ao local e confirmaram o fato. O autor, de 38 anos, comprava combustível de motoristas de caminhões-tanque por R$ 2,30 o litro e revendia a R$ 3 nos assentamentos.

Cerca de 400 litros de óleo diesel foram encontrados em uma borracharia anexa à conveniência. Também havia 40 litros de arla (um produto químico misturado ao combustível para reduzir o volume de gases tóxicos no escape).

De acordo com os policiais, o combustível era armazenado em galões e tambores, havendo, inclusive, um grande vazamento que encharcava o solo da borracharia.

Ainda no local, os policiais apreenderam duas TVs de plasma, de 32 e 51 polegadas, sem origem definida. O material foi entregue à 1ª Delegacia de Polícia de Nova Andradina.

Por fim, a PMA (Polícia Militar Ambiental) de Batayporã multou o infrator em R$ 5 mil. Ele ainda foi autuado por crime ambiental de armazenamento e comércio de substância perigosa sem licença ambiental, com pena de um a quatro anos de reclusão.

Jornal Midiamax