Polícia

Perseguido por motorista de aplicativo, ladrão disse que ia roubar para comprar comida

O bandido preso nesta quarta-feira (27), no bairro Universitário em Campo Grande após tentar roubar um motorista de aplicativo na rua Deolinda Pereira de Souza, disse em depoimento que iria cometer o crime para poder comprar comida. Ele passa por audiência de custódia nesta quinta-feira (28). A tentativa de assalto aconteceu por volta das 13 […]

Thatiana Melo Publicado em 28/01/2021, às 09h53 - Atualizado às 11h26

Foto: Ilustrativa
Foto: Ilustrativa - Foto: Ilustrativa

O bandido preso nesta quarta-feira (27), no bairro Universitário em Campo Grande após tentar roubar um motorista de aplicativo na rua Deolinda Pereira de Souza, disse em depoimento que iria cometer o crime para poder comprar comida. Ele passa por audiência de custódia nesta quinta-feira (28).

A tentativa de assalto aconteceu por volta das 13 horas desta quarta (27), quando o motorista estava em seu veículo Hyundai HB20 e foi surpreendido pelo bandido que entrou no banco traseiro do carro anunciando o assalto. Ele teria mandado a vítima dirigir e ao parar e exigir os pertences do motorista, os dois entraram em luta.

O bandido saiu correndo sem levar nada sendo perseguido pelo motorista. Om ladrão foi encontrado escondido em uma casa abandonada e disse que estava há 2 meses em Campo Grande e sem emprego. Ele ainda relatou que a mulher trabalha em supermercado e que o casal vive em uma pousada.

O homem afirmou que iria roubar o celular do motorista para comprar comida. Nesta quinta (28) será decidido se a Justiça determinará ou não a sua prisão preventiva.

Jornal Midiamax