Polícia

Paraguaios são presos com 9 toneladas contrabandeadas de sucata de baterias em MS

Eles também levavam 1,5 tonelada de alumínio

Renan Nucci Publicado em 01/04/2021, às 14h57

A PMA (Polícia Militar Ambiental) prendeu na quarta-feira (31), em Mundo Novo, município distante 462 quilômetros de Campo Grande, dois paraguaios flagrados contrabandeando 1,5 tonelada de alumínio e mais 9 toneladas de sucatas de baterias, produtos considerados perigosos.

Conforme apurado, a equipe foi acionada por um agente fiscal tributário para comparecer à BR-163, na divisa com o Paraná, para avaliar a legalidade ambiental da carga que estava sendo vistoriada em um caminhão. No local, a equipe constatou o transporte dos produtos ilegais.

Os dois ocupantes do veículo, paraguaios em Salto Del Guairá, não tinham documentos pessoais. Eles haviam acabado de pegar a carga em um depósito na cidade de Guaíra (PR). O transporte do material caracteriza-se contrabando, mas também crime ambiental, devido ao transporte do produto perigoso sem a licença.

O caminhão também não tinha placas com os rótulos de risco obrigatórios pelas normas para o transporte de produtos perigosos, bem como outras exigências legais. Os paraguaios, que afirmaram ter 18 e 45 anos, receberam voz de prisão e foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal de Naviraí.

Jornal Midiamax