Polícia

Festa com som automotivo e adolescentes tem ‘carteirada’ e termina na delegacia de MS

Um fazendeiro de 58 anos foi autuado e uma jovem de 21 presa por desacato à Polícia Militar, na noite deste sábado (27), por organizarem uma festa clandestina em uma chácara próximo a MS-080, em Rochedo, a 60 quilômetros de Campo Grande. O evento tinha cerca de 52 pessoas, e um dono do local tentou […]

Karina Campos Publicado em 28/03/2021, às 10h47 - Atualizado em 29/03/2021, às 11h05

Local realiza festa pelo segundo fim de semana consecutivo. (Foto: Divulgação PM)
Local realiza festa pelo segundo fim de semana consecutivo. (Foto: Divulgação PM) - Local realiza festa pelo segundo fim de semana consecutivo. (Foto: Divulgação PM)

Um fazendeiro de 58 anos foi autuado e uma jovem de 21 presa por desacato à Polícia Militar, na noite deste sábado (27), por organizarem uma festa clandestina em uma chácara próximo a MS-080, em Rochedo, a 60 quilômetros de Campo Grande. O evento tinha cerca de 52 pessoas, e um dono do local tentou intimidar a equipe dizendo ser amigo da cúpula do executivo estadual.

Conforme o boletim de ocorrência, pelo segundo fim de semana seguido, a equipe foi acionada por denúncia anônima para o local por festas em meio a pandemia. Com som automotivo e até adolescentes de 14 anos.

Durante fiscalização, com apoio da Polícia Civil e Vigilância Sanitária, os servidores apreenderam uma caixa de som e um veículo com som automotivo avaliado em R$ 4 mil. O barulho conseguia ser ouvido a cerca de 800 metros do local.

Segundo a polícia, a jovem ficou exaltada e passou a xingar os servidores. O fazendeiro disse ser amigo pessoal da cúpula do executivo do Estado e que tomaria providências aos cargos da guarnição, ligando para eles.

Eles foram levados para delegacia onde devem responder por descumprimento de decretos sanitários e desacato a autoridade.

Jornal Midiamax