Polícia

Durante operação de combate a incêndios no Pantanal, professor é flagrado ateando fogo em Bonito

Durante a Operação Prolepse, desencadeada pela PMA (Polícia Militar Ambiental) em combate a incêndios no Pantanal, um professor de 44 anos foi autuado em flagrante colocando fogo em um terreno, nesta quinta-feira (25). Vizinhos o denunciaram após a fumaça invadir suas casas. Segundo os militares, denúncias como essa estão cada dia mais frequentes durante a […]

Danielle Errobidarte Publicado em 26/03/2021, às 16h24

Professor alegou que havia comprado terreno e faria limpeza da área. (Foto: Divulgação/ PMA)
Professor alegou que havia comprado terreno e faria limpeza da área. (Foto: Divulgação/ PMA) - Professor alegou que havia comprado terreno e faria limpeza da área. (Foto: Divulgação/ PMA)

Durante a Operação Prolepse, desencadeada pela PMA (Polícia Militar Ambiental) em combate a incêndios no Pantanal, um professor de 44 anos foi autuado em flagrante colocando fogo em um terreno, nesta quinta-feira (25). Vizinhos o denunciaram após a fumaça invadir suas casas.

Segundo os militares, denúncias como essa estão cada dia mais frequentes durante a operação, inclusive no perímetro urbano. Os moradores afirmaram que o homem havia feito a queima de resíduos sólidos e vegetação.

O professor afirmou aos policiais que havia comprado o terreno há pouco e estava queimando a área sem saber que era proibido, uma vez que o objetivo era fazer a limpeza. Ele foi orientado quanto aos riscos ao meio ambiente e à vizinhança, além de ter que extinguir o fogo. O autor foi autuado administrativamente e multado em R$ 530. Denúncias podem ser feitas pelo número 3357-1500.

Jornal Midiamax