Detento baleado por PM ao tentar pegar droga em presídio de MS morre no hospital

Tentava pegar droga arremessada por dupla, quando não obedeceu ordem para voltar ao pavilhão e foi baleado na cabeça

Wesley Dias de Souza, de 32 anos, morreu na madrugada desta terça-feira (12), em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande, após ser baleado no presídio por um policial militar. Na data dos fatos, última sexta-feira (08), ele foi flagrado ultrapassando o alambrado de segurança para pegar drogas. Wesley foi atingido na cabeça, socorrido em estado grave e levado ao Hospital Auxiliadora.

De acordo com as informações, Wesley cumpria pena no Presídio de Segurança Média de Três Lagoas. Na sexta, ele foi visto por um PM pulando o alambrado de segurança do pavilhão 4, para tentar pegar uma sacola com drogas. O entorpecente havia sido jogado por uma dupla que se aproximou do presídio pela região de mata, jogando os entorpecentes por cima da muralha.

Consta no boletim de ocorrência que o policial militar que fazia segurança na torre, avistou Wesley pulando no pavilhão, cerca de 100 metros de distância e gritou para que o mesmo parasse e retornasse para o pavilhão. De acordo com o JP News, após ver que o preso não teria acatado a ordem, continuando correndo rumo ao muro, o militar efetuou disparos de pistola .40.

Atingido na cabeça, o preso foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para o Hospital Auxiliadora, onde passou por cirurgia e teve o quadro clínico estabilizado, mas no decorrer dos dias houve piora no estado de saúde, vindo a morrer na (Unidade de Terapia Intensiva).

O caso segue em segredo de justiça e é investigado pela Segunda Delegacia de . No dia foram apreendidos 1,4 quilos de maconha dentro da sacola que o interno baleado tentava pegar.

Detento baleado por PM ao tentar pegar droga em presídio de MS morre no hospital
Mais notícias