Polícia

Condenado 8 anos após operação em MS, ex-dono de autoescola é preso

Nesta quinta-feira (25), ex-proprietário de uma autoescola em Nova Andradina, cidade a 297 quilômetros de Campo Grande foi detido por força de mandado de prisão. Ele foi um dos alvos da Operação Domus, de 2013, e condenado em janeiro a 9 anos e 8 meses. Carlos Nicola de Paula, de 57 anos, foi preso por […]

Renata Portela Publicado em 25/02/2021, às 13h41 - Atualizado às 16h12

Réu foi preso pelo SIG (Foto: Jornal da Nova)
Réu foi preso pelo SIG (Foto: Jornal da Nova) - Réu foi preso pelo SIG (Foto: Jornal da Nova)

Nesta quinta-feira (25), ex-proprietário de uma autoescola em Nova Andradina, cidade a 297 quilômetros de Campo Grande foi detido por força de mandado de prisão. Ele foi um dos alvos da Operação Domus, de 2013, e condenado em janeiro a 9 anos e 8 meses.

Carlos Nicola de Paula, de 57 anos, foi preso por investigadores da SIG (Seção de Investigações Gerais) no centro da cidade. Ele não resistiu à prisão e foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil. Após a condenação, o mandado foi expedido em 19 de janeiro.

Conforme o advogado de defesa Mário Eduardo Fernandes Abelha, o réu foi sentenciado por estelionato e inserção de dados falsos em sistema de informação, mas ainda cabe revisão criminal.

Operação Domus

A operação ocorreu em 2013, quando foram apurados vários crimes praticados pelos envolvidos, como corrupção ativa, corrupção passiva, inserção de dados falsos em sistema de informação, falsidade ideológica e formação de quadrilha.

Na ação foram presas duas pessoas, sendo duas de autoescolas. Os dois CFC (Centro de Formação de Condutores) foram alvos de buscas e apreensões de vários materiais que comprovaram falsificações em documentos.

“Ao longo das investigações, mais de 200 carteiras de habilitação, foram canceladas e outras estavam sendo investigadas”, informou a delegada Aline Sinnott, que era responsável pela operação na época.

*Matéria editada às 16h16 para acréscimo de informações

Jornal Midiamax