Polícia

Briga que acabou com ferido pela própria arma começou com mãe repreendendo filha

Dono da arma teria se intrometido em briga familiar e apontado revólver para cabeça de moradora

Thatiana Melo Publicado em 05/04/2021, às 08h19

None
(Gabriel Silva | Midiamax)

A briga na última sexta-feira (1º) no bairro Alves Pereira em Campo Grande, que acabou com um homem ferido a tiros no tórax começou com uma briga familiar em que a vítima teria se intrometido apontando a arma para a cabeça da moradora.

Informações são de que a confusão aconteceu por volta das 16h20 de sexta (1º) quando moradores estavam sentados em frente de casa tomando tereré quando a filha de 20 anos, da moradora teria dado um tapa nas nádegas da filha de 2 anos senso repreendida pela mãe que teria dito, “vai tomar banho sua desgraça”, após a jovem ter dado uma resposta ríspida para a mãe, sendo que nessa hora o dono da arma estava passando e teria se intrometido na briga.

O marido da mulher, então, teria pedido para que ele não se metesse em briga familiar e foi nesse momento em que o homem foi até a sua camionete e voltou armado apontando para a cabeça da moradora. O genro e o marido foram em sua defesa e entraram em luta com o homem.

Durante a luta acabou acontecendo um disparo que atingiu o peito da vítima, que fugiu para uma outra residência esperando pelo socorro que foi feito pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). O padrasto do dono da arma e vítima ao mesmo tempo contou que o homem bebe muito e sempre fica violento e disse não saber onde ele comprou a arma.

Jornal Midiamax