Brasileiros mantinham laboratório para ‘render’ cocaína boliviana no Paraguai

Três pessoas foram detidas na fronteira com MS

Agentes da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) desmantelaram nesta segunda-feira (25), no , laboratório de processamento de cocaína operado por brasileiros. Três suspeitos foram detidos, entre eles um adolescente de 17 anos. Lá, eles ‘rendiam’ a droga, aumentando o volume dela com outras substâncias químicas.

Conforme nota, os policiais foram informados sobre suspeita de tráfico de drogas em uma casa localizada no bairro Mariscal Estigarribia, em , município localizado na fronteira com Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande. Na ação, constataram se tratar de um laboratório com vários equipamentos. 

Foram presos um rapaz de 20 anos, um homem de 68 anos e um adolescente. Foram aprendidos uma prensa, moldes para fabricação de tabletes, placas de metal, cocaína, 1,6 quilo de maconha, insumos e cartuchos de fuzil 5.56.

A Senad acredita que a droga era trazida da , processada em solo paraguaio e depois despachada para o Brasil. Neste sentido, as investigações continuam por parte do Ministério Público do , a fim de descobrir novas conexões dos suspeitos, já que é constante a presença de facções internacionais naquela região.

Brasileiros mantinham laboratório para ‘render’ cocaína boliviana no Paraguai
Mais notícias