Polícia

Baleado ao tentar furtar conveniência no Centro vai ser monitorado com tornozeleira

Ele teve liberdade provisória concedida

Autor do furto foi baleado pelo comerciante
Autor do furto foi baleado pelo comerciante - (Via WhatsApp)

Na quinta-feira (1º), foi concedida liberdade provisória com medidas cautelares ao rapaz de 22 anos, baleado e detido em flagrante ao tentar furtar uma conveniência no Centro, em Campo Grande. O caso aconteceu na noite de terça-feira (30), quando o proprietário do estabelecimento atirou contra o suspeito após a esposa dele quase ser agredida.

Em audiência de custódia, o juiz entendeu que pelas condições do delito e pela natureza do crime, aliado ao fato de que o autor já responde a outros dois processos por crimes de mesma natureza, é cabível concessão de medida cautelar mais branda. Para o magistrado, não há indícios de que a liberdade do acusado prejudicará o andamento do processo.

Com isso, a prisão em flagrante foi convertida em liberdade provisória, com aplicação das medidas cautelares. São elas o uso de tornozeleira eletrônica por 180 dias e recolhimento domiciliar noturno, aos finais de semana e feriados. Conforme apurado pelo Midiamax, o rapaz era considerado foragido, com mandado de prisão expedido contra ele uma semana antes do crime.

Entenda o caso

No dia 23 de março foi expedido mandado de prisão contra o suspeito, por furto qualificado. No caso em questão, ele cometeu uma série de furtos em setembro de 2020. O rapaz ainda tem várias passagens pelo mesmo crime e também por roubo majorado.

Segundo as informações da polícia, o comerciante de 40 anos tem registro legal para posse da arma utilizada, com validade até 2023. Em fevereiro de 2020, o mesmo estabelecimento comercial já tinha sido alvo de tentativa de furto por um ladrão que usou tampa de bueiro para quebrar a porta de vidro.

Tentativa de furto

Segundo o registro da Polícia Militar, equipe da Força Tática do 1º Batalhão foi acionada para ir até a conveniência na Avenida Bandeirantes, esquina com a Rua 26 de Agosto, onde uma pessoa tinha sido ferida a tiro. No local, constataram que se tratava do autor da tentativa de furto.

O comerciante portava a pistola calibre .380, com um carregador com 8 munições intactas, que entregou aos policiais militares e também apresentou o registro. Já o rapaz de 22 anos estava caído no chão, se queixava de dores nas costas e tinha uma perfuração no abdômen. Ele foi socorrido e levado para a Santa Casa.

O dono da conveniência então contou que estava em casa, nos fundos, quando ouviu os cachorros latindo e um barulho. Ele foi até a loja e encontrou o suspeito no local, com o pé de cabra em mãos. Neste momento, o autor foi para cima da esposa do comerciante, que gritou, e o homem reagiu usando a pistola.

Os policias pontuaram que o comerciante fez dois disparos, sendo que apenas um atingiu a vítima. Mesmo com a arma carregada, ele teria atirado no intuito de conter o bandido. O rapaz foi levado ao hospital sob escolta e responderá pela tentativa de furto. Foi constatado que ele tentaria furtar 3 garrafas de vodka, 18 isqueiros e 31 carteiras de cigarro.

A princípio, o rapaz teria ficado paraplégico depois de ser ferido pelo tiro. Ele foi levado pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para a Santa Casa com uma lesão grave na medula, sem indicação cirúrgica no momento. Até quarta-feira (31) ele já havia realizado procedimento cirúrgico pela cirúrgica geral por conta da lesão abdominal.

Jornal Midiamax