Polícia

Após autor ter liberdade concedida, MPMS pede imagens de acidente que matou dois na Guaicurus

Acidente que matou amigos aconteceu quando Vinicius fugia do ex-namorado de sua atual na Guaicurus

Thatiana Melo Publicado em 07/04/2021, às 09h52

None
(Henrique Arakaki, Midiamax)

O MPMS (Ministério Público Estadual) requereu informações e imagens de segurança que registraram acidente ocorrido em 4 de fevereiro deste anos, que acabou na morte dos amigos Jair Ferreira de 49 anos e Mauro Jorge Pereira Nantes de 54 anos, na Avenida Guaicurus, em Campo Grande.

O requerimento ocorre logo após o autor  Vinicius de Oliveira Gonçalves, de 20 anos, ter pedido de liberdade acatado na Justiça no fim de março deste ano. Vinicius foi indiciado por homicídio culposo, ou seja, sem intenção de matar.

O pedido do MPMS foi anexado na ação na última segunda (5). Nele, a promotora diz que existe diligências pendentes, imprescindíveis para a correta avaliação do caso, principalmente depois que a ação saiu da Vara do Tribunal do Júri para a 5ª Vara Criminal Residual, com outra tipificação.

Ainda na manifestação há pedido de inclusão de laudos de exame perinecroscópico – do local do crime - e a perícia técnica das imagens das câmeras de segurança próximas ao local do acidente, para “delinear a dinâmica do acidente”.

Vale lembrar que, quando feito o pedido da revogação da prisão, os magistrados entenderam que não havia motivos para a manutenção do cárcere, tendo em vista que as condições do rapaz são favoráveis, já que é réu primário, tem residência fixa e ocupação lícita. “Por unanimidade, concederam a ordem de habeas corpus, a fim de ratificar a liminar anteriormente concedida para revogar a custódia preventiva e, por corolário, assegurar ao paciente o direito de responder ao processo em liberdade”, afirmou em sua decisão o desembargador Zaloar Murat Martins de Souza, relator do processo.

O acidente

O acidente aconteceu durante uma perseguição do ex-marido a mulher, na Avenida Guaicurus. Jair e Mauro  estavam na Guaicurus quando o Gol estava fugindo da perseguição e atravessou a avenida acertando o veículo. Com o impacto, as vítimas que estavam com cinto de segurança foram lançadas para o banco traseiro. Eles morreram no local antes da chegada do socorro. O motociclista que provocou o acidente fugiu.

Segundo testemunhas que estavam no local, o motociclista que estava perseguindo a ex levou a mulher do local do acidente. Um borracheiro, que presenciou o acidente, disse ao Jornal Midiamax que depois do acidente o homem que estava na motocicleta ficou discutindo com a mulher falando, “Você viu o que você fez?”. Em seguida ele a levou do local.

Jornal Midiamax