Polícia

Nas redes sociais, amigos lamentam morte de técnica de enfermagem em acidente com BMW

Nas redes sociais, amigos de Carla Jaqueline Miranda de 40 anos lamentaram a morte da técnica de enfermagem em um acidente, na noite de domingo (24), quando foi atingida por uma BMW, na rua Veridiana com a Avenida Prefeito Heráclito José Diniz de Figueiredo. Com a colisão, Carla chegou a ser arremessada por 10 metros. […]

Thatiana Melo Publicado em 25/01/2021, às 12h50 - Atualizado às 12h53

(Reprodução Facebook)
(Reprodução Facebook) - (Reprodução Facebook)

Nas redes sociais, amigos de Carla Jaqueline Miranda de 40 anos lamentaram a morte da técnica de enfermagem em um acidente, na noite de domingo (24), quando foi atingida por uma BMW, na rua Veridiana com a Avenida Prefeito Heráclito José Diniz de Figueiredo. Com a colisão, Carla chegou a ser arremessada por 10 metros.

Em uma das postagens, uma das amigas de Carla diz que nunca esquecerá a técnica de enfermagem “Meu Deus pensa que aquela pessoa cheia de sonhos. Dedicada amiga. Levava café pra sala toda todas as noites nunca tinha tempo ruimm estava sempre de bom humor apesar das dificuldade que passava. Vai em paz amiga que Deus cuida dos seus filhos como vc cuidava como ninguém. sentirei saudades eternas nunca. Vou esquecer vc .te amu..”

Nas redes sociais, amigos lamentam morte de técnica de enfermagem em acidente com BMW

Em outra postagem diz, “Que Deus te receba de braços abertos me sentindo muito triste.” Muitos lamentam e mandam mensagens de conforto a família. Algumas pessoas que conheciam Carla ainda sem acreditar no acidente que acabou em sua morte fala da tristeza da morte prematura da técnica de enfermagem.

Atropelamento que acabou em morte

De acordo com as informações do boletim de ocorrência, o motorista estava em alta velocidade com a BMW de cor preta, quando teria fugido ao ver uma viatura da Polícia Militar no Jardim Imperial. Os militares então iniciaram um acompanhamento tático, quando perderam o veículo de vista. No entanto, ao entrar na rua Veridiana com a Avenida Prefeito Heráclito José Diniz de Figueiredo, perceberam um tumulto e pessoas apontando para um acidente.

Os policiais constataram que se tratava da mesma BMW que estava em alta velocidade. Segundo apurado, o veículo com placas de São Paulo era conduzido pelo rapaz de 29 anos e também tinha outros dois rapazes como passageiros. Eles voltavam de um aniversário no Autódromo de Campo Grande, onde ingeriam bebidas alcoólicas desde às 15h. Com o veículo irregular, sem CNH e bêbado, o rapaz fugiu ao ver a polícia.

Então, ao chegar no semáforo na rua Veridiana, acessou a contramão da via, onde ainda trafegou por cerca de 400 metros, quando atingiu frontalmente a Honda Biz, conduzida por Carla. A vítima chegou a ser lançada a cerca de 10 metros da colisão e morreu no local. Já a Biz foi arrastada por cerca de 100 metros, permanecendo presa a BMW.

O condutor ainda tentou fugir, mas colidiu contra o meio fio e parou. Ele fez o teste do bafômetro, que apontou 0,57mg/l e foi encaminhado para a Depac Centro. Ainda, de acordo com apurado pelo Jornal Midiamax, em nome do condutor da BMW consta uma vasta ficha criminal, entre tráfico de drogas e até homicídio.

Jornal Midiamax