Acusado de esfaquear bancário, defesa de suspeito alega que não teve intenção de roubar vítima

Vítima foi esfaqueada no abdômen e abandonada em estrada

A defesa de um dos suspeitos de esfaquear um bancário, de 27 anos, em Bonito, a 300 quilômetros de Campo Grande, alega, neste domingo (24), que os acusados não tinham intenção de roubar a vítima. O advogado Lucas Arguelho Rocha diz que a vítima teria demostrado interesse afetivo, o que teria causado o desentendimento.

Segundo o advogado, os suspeitos informaram que não tinham intenção de levar nenhum objeto da vítima. “Eis que o maior bem da vítima que era o carro, ficou no local, bem como a polícia sequer encontrou qualquer valor ou pertence da vítima na posse dos acusados, não tendo sustentação a inimaginável hipótese de latrocínio”, disse. O trio também alega que o bancário teria insistido em manter relação afetiva com os suspeitos.

A defesa está formulando um pedido de liberdade, em vista de que são primários, tem residência fixa e trabalho lícito. O caso ainda está sendo investigado.

Caso

Foi preso pela Polícia Civil, na cidade de Bonito a 300 quilômetros de Campo Grande, o autor de 18 anos acusado de esfaquear um bancário de 27 anos, na sexta-feira (15). Os dois estavam bebendo em um bar antes do crime junto de mais outras duas pessoas.

Após o crime, a polícia foi acionada até a estrada onde a vítima foi abandonada depois de ser esfaqueada no abdômen. Em rondas na região, um dos autores acabou localizado e preso. O nome do criminoso não foi divulgado. O caso é tratado como tentativa de latrocínio.

De acordo com o relato da vítima, ela teria começado a beber com três ‘amigos’, em uma conveniência, na noite anterior e, depois de algum tempo, todos teriam saído do estabelecimento, indo para a casa de um deles.

Já durante a madrugada de sexta (15) todos teriam saído da casa, no veículo da vítima, dirigindo-se para uma estrada que liga Bonito a Bodoquena. Nesta estrada, a vítima teria sido atacada pelos indivíduos, que teriam tentado enforcá-la, mas ela teria conseguido descer do carro.

Os agressores conseguiram alcançar o bancário, momento em que um dos criminosos esfaqueou o homem no abdômen. Após o esfaqueamento, eles fugiram levando a carteira e alguns pertences do bancário.

 

Acusado de esfaquear bancário, defesa de suspeito alega que não teve intenção de roubar vítima
Mais notícias