VÍDEO: Pilotos interceptados por caça da FAB tinham helicóptero para abastecer aeronave em MS

Helicóptero foi apreendido e duas pessoas foram presas na zona rural de Coxim

VÍDEO: Pilotos interceptados por caça da FAB tinham helicóptero para abastecer aeronave em MS
Armas apreendidas com os suspeitos na zona rural de Coxim. Foto: Reprodução

Os pilotos interceptados por caças da FAB (Força Aérea Brasileira) no domingo (02), em Mato Grosso do Sul, e presos com 487 quilos de cocaína,  tinham helicóptero específico para abastecimento de aeronaves, que foi localizado em Coxim, a 253 quilômetros de Campo Grande. Outros dois homens foram presos com armas de fogo.

Conforme apurado, monomotor modelo EMB-720 Minuano foi interceptado por um A-29 enquanto sobrevoava a região de Coxim. Os pilotos receberam ordens para pouso em um aeroporto em Rondonópolis (MT), onde foram presos com a droga pela Polícia Federal.

A Polícia Militar de Coxim, por sua vez, recebeu informações de mais suspeitos na zona rural do município. Em uma propriedade, a equipe localizou dois homens com armas de fogo e um helicóptero Robinson R-44, preparado com tanque de Avgas (gasolina de aviação) para abastecimento de aeronaves. A suspeita é de que eles estivessem dando apoio aos pilotos abordados inicialmente, o que demonstra estrutura organizado do tráfico de drogas.

Outra interceptação

Na segunda ação, um bimotor B-58 Baron foi interceptado a sudoeste de Campo Grande, sendo orientado a pousar em Três Lagoas. O bimotor, pilotado  Nélio Alves de Oliveira, de 70 anos, e Júlio César Lima Benitez, de 41 anos, não cumpriu as determinações dos órgãos de Defesa Aérea e evadiu-se, realizando pouso forçado em campo não preparado, localizado em Ivinhema, com cerca de 518 quilos de cocaína a bordo. Os dois pilotos também foram presos.

VÍDEO: Pilotos interceptados por caça da FAB tinham helicóptero para abastecer aeronave em MS
Mais notícias