VÍDEO: Investida contra o tráfico na fronteira explode oito pistas clandestinas

Objetivo é dificultar a logística do crime organizado entre Brasil e Paraguai

Policiais plantando explosivos nas pistas clandestinas no Paraguai. Foto: Divulgação

As autoridades fecham o cerco contra o crime organizado na fronteira. Nesta terça-feira (08), a Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) do Paraguai divulgou que operação iniciada na semana passada, juntamente com outras forças de segurança, já explodiu oito pistas de pouso e decolagem clandestinas, usadas pelo tráfico de drogas no país vizinho.

De acordo com nota, a ação, batizada de Operação Céu Guarani Soberano, tem apoio do Ministério Público e se concentra na zona rural dos estados (departamentos) de Concépcion e Amambay, na linha internacional com Mato Grosso do Sul. As pistas facilitam a logística de transporte entre Brasil e Paraguai, sendo consideradas pontos estratégicos para sufocar a logística dos traficantes.

Para desativá-las, os policiais e militares implantaram explosivos ao longo da via, que foram detonados em sequência, destruindo e tornando o solo irregular, impróprio para a passagem de aeronaves. A operação deve continuar por tempo indeterminado, levantando também informações sobre a localização de acampamentos com plantações de maconha.

Em outra frente de trabalho, com foco no contrabando, a Senad desarticulou na semana passada um complexo usado por cigarreiros na fronteira. A ação foi desencadeada na região de Salto del Guairá, no Paraguai, na linha internacional  com o município sul-mato-grossense de Mundo Novo. O trabalho foi considerado um marco no combate ao crime organizado.

As instalações estavam na colônia Camino 3, nas imediações do lago da Itaipú Binacional. Por este motivo, os cigarreiros contavam com um porto clandestino para abastecer grandes embarcações que distribuíam a mercadoria no Brasil via Mato Grosso do Sul e Paraná.

No local foram encontradas 19 lanchas com motores de alta potência, carregadas com aproximadamente três mil caixas de cigarro. Dentro de um barracão havia mais 800 caixas de cigarro e nas proximidades foram encontrados três pequenos depósitos.  Foram apreendidos ainda 15 caminhões lotados com a mercadoria ilícita de diversas marcas.

A la fecha ya fueron destruidas 5 pistas clandestinas utilizadas por el narcotráfico en Concepción y Amambay.El personal de la SENAD en conjunto con @codi_FTC y @MinPublicoPy seguirá trabajando por varios días más para afectar en mayor medida al crimen organizado.

Publicado por Secretaría Nacional Antidrogas – SENAD em Sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

Mais notícias