Trio é preso com pistolas e R$ 20 mil durante abordagens na linha de fronteira

Policiais que reforçam a segurança na região fizeram a prisão

Na noite de domingo (19), por volta das 22 horas, três homens foram presos em flagrante com pistolas e aproximadamente R$ 20 mil em reais, dólares e guaranis na fronteira com o Paraguai em Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande. Policiais que saíram de Campo Grande para reforçarem a segurança na região após a fuga de 75 presos em Pedro Juan Caballero detiveram os suspeitos.

Equipes do (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros) e Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos) estavam na Avenida Brasil, na fronteira seca entre Brasil e Paraguai quando flagraram o trio. Os policiais flagraram o rapaz de 23 anos e o homem de 32 anos discutindo na rua, portando armas de fogo.

Eles foram abordados, além do motorista da Toyota SW4 que estava ao lado, um homem de 28 anos. Apenas os dois que discutiam na rua obedeceram as ordens policiais e deitaram no chão, deixando as armas, que foram apreendidas. O motorista da SW4 estava visivelmente embriagado e não quis descer do veículo, resistindo à abordagem.

O suspeito de 32 anos foi identificado como passageiro da SW4 e portava uma pistola, ele acabou resistindo à prisão, mas acabou detido. O rapaz de 23 anos seria condutor de um Gol branco que estava no local, onde estavam a esposa, a cunhada e os filhos de 2 e 3 anos. Com ele também foi apreendida uma pistola.

Durante a abordagem, os policiais identificaram que os três suspeitos, todos brasileiros, teriam se envolvido em uma briga de trânsito. Dentro da SW4 ainda foram encontrados os R$ 20 mil, em reais, dólares e guaranis, que foram apreendidos já que não tiveram procedência declarada. É investigado se o trio tem relação com crimes de pistolagem na fronteira.

Eles responderão por posse ou porte ilegal de arma de fogo e o condutor da SW4 por dirigir embriagado, além de ameaça.

Trio é preso com pistolas e R$ 20 mil durante abordagens na linha de fronteira
Mais notícias