Amigo mata travesti com 7 facadas no pescoço e diz que ficou ‘com medo de pomba gira’

Assassino e vítima eram amigos e estavam bebendo desde as seis horas da tarde de segunda

Um homem de 26 anos foi preso após matar uma travesti estrangulada e com sete golpes de faca no pescoço, durante a madrugada desta terça-feira (31). O crime aconteceu no bairro Canaã 1, em Dourados, porque, segundo o assassino, a vítima ameaçou matar a mãe dele, depois de ter ‘incorporado uma pomba gira’.

O crime aconteceu na Rua Augusto de Matos Soares, próximo da escola Sócrates Câmara, na madrugada desta terça-feira, quando por volta das 2h30, Fábio Barbosa dos Santos, de 26 anos, conhecido por “Fabinho”, assassinou Rodrigo Júnior Dias de Alcântara, 34 anos, conhecido como “Jennifer”.

Amigo mata travesti com 7 facadas no pescoço e diz que ficou 'com medo de pomba gira'
Fábio foi preso em flagrante.(Foto: Sidnei Lemos)

Fabio contou que os dois estavam tomando pinga desde as seis horas da tarde de segunda-feira (30) e que também teriam em teriam  usando cocaína na casa da vítima.”Ele era meu amigo, Mas eu nunca tive nenhum relacionamento com ele que é amigo da minha mulher, que também é travesti”, disse Fábio que telefonou para Polícia Militar e contou que havia matado Rodrigo Júnior Dias de Alcântara, “Jennifer” com várias facadas no pescoço.

Amigo mata travesti com 7 facadas no pescoço e diz que ficou 'com medo de pomba gira'
Após estrangulamento homem usou uma faca.(Foto:Sidnei Lemos)

“Matei porque ele foi falar da minha mãe. Ela falou que era da macumbaria e isso eu não aceito.Meu pai que é doente e teve três AVCs e não morreu e agora ele vem falar que minha mãe iria morrer no lugar dele. Aí baixou uma pomba gira e ele veio pra cima de mim. Ele apertou meu pescoço mas eu apertei o pescoço dele mais forte e ele perdeu a força.Ele caiu no chão e eu dei uma bicuda e depois deis as facadas “,  disse Fábio após ser preso em flagrante pela polícia.

Com informações de Sidnei Lemos

Amigo mata travesti com 7 facadas no pescoço e diz que ficou 'com medo de pomba gira'