Testagem em massa dá positivo para 21 presas e uma servidora de presídio de MS

Uma segunda servidora apresentou sintomas e aguarda resultados

Testagem em massa de coronavírus () feita pela (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) nas presas do Estabelecimento Penal Feminino de Rio Brilhante, a 158 quilômetros de Campo Grande, deu positivo para 21 das 98 internas. A medida foi realizada com a Secretaria Municipal de Saúde, depois que uma profissional que faz atendimento na unidade prisional constatou estar com a doença.

Esses foram os primeiros diagnósticos positivos de infecção por coronavírus entre a população carcerária de . Conforme nota da ,  a direção da unidade isolou todas as internas diagnosticadas, e novos testes serão aplicados conforme a necessidade. Apenas uma delas, por orientação médica, foi encaminhada para a rede hospitalar, devido a problemas anteriores no pulmão.

Testes também foram aplicados em servidores, com um caso confirmado em uma servidora e uma trabalhadora está com sintomas e aguarda o resultado. Ambas foram afastadas do serviço. A informou ainda que desde o início da pandemia, tem adotado vários protocolos de prevenção como a suspensão de visitas presenciais e implantação de contatos virtuais por videoconferência.

Além disso, realiza procedimentos para a higienização de produtos e objetos que entram nas unidades, com o uso de solução sanitizante e quarentena mínima de 24 horas antes da entrega aos internos; bem como a desinfecção regular de celas, corredores e demais espaços que compõem as estruturas prisionais.

Foram fornecidas máscaras de proteção tanto aos policiais penais como a todos os internos em estabelecimentos prisionais do Estado. Outra medida importante é o isolamento preventivo de que chegam de delegacias ou daqueles que apresentam sintomas gripais.

Testagem em massa dá positivo para 21 presas e uma servidora de presídio de MS
Mais notícias