Polícia

Tatuador operava refino de cocaína e distribuía armas para outros estados

A Polícia Civil e a Polícia Militar de Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande, desarticularam nesta terça-feira (12) um laboratório de refino de cocaína que também funcionava como depósito de armas no bairro Santa Rita. De lá, o material era enviado para outros estados. Foi preciso uso de uma mini escavadeira para desenterram […]

Renan Nucci Publicado em 12/05/2020, às 17h55

Drogas e substâncias apreendidas na casa pela polícia. Foto: Divulgação
Drogas e substâncias apreendidas na casa pela polícia. Foto: Divulgação - Drogas e substâncias apreendidas na casa pela polícia. Foto: Divulgação
Tatuador operava refino de cocaína e distribuía armas para outros estados
Armas que foram desenterradas da garagem. Foto: Divulgação

A Polícia Civil e a Polícia Militar de Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande, desarticularam nesta terça-feira (12) um laboratório de refino de cocaína que também funcionava como depósito de armas no bairro Santa Rita. De lá, o material era enviado para outros estados. Foi preciso uso de uma mini escavadeira para desenterram o arsenal.

As investigações tiveram início no final do ano passado, quando foi descoberto que o imóvel, onde morava um tatuador, era um depósito de produtos ilícitos. Por este motivo, a equipe cumpriu mandado de busca no local. Foram apreendidas mil munições de diversos calibres e nove espingardas nos calibres 28, 32, 36 e 38, seis revólveres 32, 38 e 22, bem como duas pistolas calibres 22 e 9 milímetros, além de silenciadores e lunetas.

Havia ainda seis quilos de cocaína e substâncias usadas no refino. Conforme nota da Polícia Civil, as armas estavam enterradas na garagem. Foram apreendidos ainda R$ 28.450,00. O responsável foi preso em flagrante e responde por tráfico de drogas, comércio ilegal de arma de fogo, posse irregular de arma de fogo e posse irregular de arma de uso restrito.

Jornal Midiamax