Suspeito diz que matou empresário para se defender após ser cobrado por dívida trabalhista

Crime ocorreu na sexta-feira passada e suposto autor se apresentou nesta segunda-feira

O suspeito de matar o empresário Paulo Romualdo, de 53 anos, a facadas na última sexta-feira (28), em Aquidauana, a 143 quilômetros de Campo Grande, se apresentou na manhã desta segunda-feira (02). Conforme nota divulgada pela Polícia Civil, o suposto autor alega legítima defesa.

O suspeito relatou em depoimento que Paulo teria chegado à sua empresa e o agredido deliberadamente, momento em que se armou com uma faca e o golpeou na região do abdômen, para se proteger. O motivo da desavença seria dívida trabalhista do suspeito com a irmã da vítima, referente ao tempo em que ela trabalhou no local.

Paulo entrou no seu veículo e fugiu logo em seguida, mas em razão dos ferimentos, perdeu o controle da direção e sofreu acidente, batendo de frente em uma árvore. Ele chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas morreu no hospital. “Ainda na sexta-feira, quando houve a suspeita da autoria, buscas foram realizadas pelas polícias civil e militar no sentido de localizar o suposto autor do crime, contudo, sem êxito”, explica nota.

Apesar da apresentação, o suposto autor não foi preso. “Com a apresentação do suspeito somente dias após o fato, em situação que a lei não considera flagrante, o autor foi indiciado por homicídio doloso em inquérito policial, no qual as circunstâncias serão melhor apuradas, com posterior remessa ao Ministério Público para oferecimento de denúncia”.

Mais notícias