Sócio do narcotraficante ‘Cabeça Branca’ é alvo de operação da Polícia Civil

Mandados são cumpridos em um condomínio de luxo

A Polícia Civil, através da Dracco (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado) cumpre mandados nesta segunda-feira (17) em um condomínio de luxo, na cidade de Dourados a 225 quilômetros de Campo Grande, contra o sócio operador do narcotraficante Luís Carlos Da Rocha, o “Cabeça Branca”.

Os mandados cumpridos são de busca e apreensão em um condomínio de luxo, onde o alvo reside. O sócio do narcotraficante acabou preso no fim da manhã desta segunda (17).

Na semana passada, o governo paraguaio, por meio de uma delegação interinstitucional, composta por funcionários da Secretaria Nacional Antidrogas (SENAD), procuradores do Ministério Público, Força Tarefa Conjunta e outros órgãos fizeram intervenções em cinco propriedades pertencentes narcotraficante  “Cabeça Branca”.

O narcotraficante está preso no Brasil, após ser capturado em uma no centro de cidade de Sinop, em Mato Grosso. Segundo informações das policiais do Paraguai e Brasil, ao longo dos anos, “Cabeça Branca” teria formado um verdadeiro império da droga, o que se permitiu principalmente a aquisição de grandes propriedades e áreas rurais com o objetivo de lavagem de dinheiro do narcotráfico.

As investigações feitas pelos dois países permitiram identificar os esquemas empresariais e de fachada utilizados pela grande estrutura criminosa para a compra e administração dos investimentos milionários, calculados atualmente em mais de 19 milhões de dólares.

Sócio do narcotraficante ‘Cabeça Branca’ é alvo de operação da Polícia Civil
Mais notícias