Sobreviventes do acidente que matou pastores na BR-262 passam por cirurgia

Criança de 11 anos e indígena da Aldeia Moreira têm quadro considerado estável

Os dois sobreviventes do acidente que ocorreu ontem (1) na BR-262, e causou a morte dos pastores José Fernandes Sales, de 67 anos, e Sinai Souza Sales, 43, passam por cirurgia nesta sexta-feira (2). A criança de 11 anos fará cirurgia após fratura no punho esquerdo. Já o homem de 21 anos, fraturou os dois pés e necessita de cirurgia ortopédica.

A criança estava no carro junto aos pastores e é considerada um “milagre” pela equipe médica. Ela teve apenas fraturas no punho e, segundo informações do Hospital Regional de Aquidauana, onde está internada, segue fora de risco e o quadro é considerado estável. Entretanto, ela não tem previsão de alta. A criança teria pegado uma carona com os pastores para ir até Dourados, cidade do pai.

Já o homem de 21 anos, é indígena da Aldeia Moreira, no município de Miranda, e estava no Corsa Classic que se envolveu no acidente. Ainda segundo o Hospital, ele passa por cirurgia na tarde desta sexta-feira.

Os pastores seguiam para Dourados e eram de Corumbá. O velório está previsto para acontecer amanhã (3), entre 8h e 10h, na capela da Pax Cristo Rei, em Corumbá. O sepultamento será no Cemitério Santa Cruz.

Acidente

José Fernandes e Sinai Souza ocupavam um Ford Focus, quando houve uma colisão frontal com um Corsa Classic, na BR-262, em Anastácio, cidade a 140 quilômetros de Campo Grande. A colisão frontal entre os dois veículos teria ocorrido durante uma tentativa de ultrapassagem.

Havia uma criança de nove anos no Focus, que quebrou o punho e foi socorrida. Outras duas pessoas que estavam no Corsa também tiveram ferimentos e foram socorridas. A PRF (Polícia Rodoviária Federal), Corpo de Bombeiros e estiveram no local.

 

Sobreviventes do acidente que matou pastores na BR-262 passam por cirurgia
Mais notícias