Sequestradores obrigaram pecuarista a ligar para o pai e pedir R$ 200 mil

Polícia desmontou o cativeiro, libertou a vítima e prendeu dois criminosos

O pecuarista de 40 anos sequestrado na madrugada desta quinta-feira (02), em Paranaíba, a 407 quilômetros de Campo Grande, foi obrigado pelos criminosos a telefonar para o pai e pedir uma transferência de R$ 200 mil. A Polícia Civil foi acionada e, com apoio da Polícia Militar, desmontou o cativeiro e prendeu dois suspeitos

A vítima é moradora em Costa Rica, trabalha com compra e venda de gado e recebeu ligação de um suposto vendedor oferecendo alguns animais que estariam em Paranaíba. Nesta madrugada, foi até o município para avaliar o rebanho e acabou sendo sequestrada pelos falsos negociadores.

Os criminosos obrigaram o pecuarista a entrar em contato com o pai, que também é produtor rural em Costa Rica, e pedir que fizesse uma transferência bancária no valor de R$ 200 mil. No entanto, o pai desconfiou da situação depois que o filho desligou e logo em seguida retornou o telefonema, reduzindo o valor para R$ 20 mil.

Sem conseguir outro contato e com receio de que pudesse ser um golpe, o pai da vítima procurou a Polícia Civil de Costa Rica, que com o apoio da Delegacia de Paranaíba iniciou as investigações. Horas mais tarde, a equipe localizou o cativeiro e libertou a vítima. Dois criminosos foram presos e uma arma de fogo apreendida.

As diligências prosseguem na tentativa de localizar e prender os demais integrantes da associação criminosa, armas utilizadas no crime, bem como recuperar a caminhonete Hilux roubada pelo grupo.

 

 

 

Mais notícias