Sequestrador que extorquiu R$ 93 mil de pecuarista é preso e morde policial

Ele faz parte de quadrilha que negociava gado para atrair as vítimas

O SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil prendeu na manhã desta segunda-feira (23), em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande, homem de 31 anos suspeito de integrar quadrilha que extorquiu R$ 93 mil de um pecuarista durante sequestro em Água Clara. Contra ele havia dois mandados de prisão em aberto, sendo um por roubo e outro por sequestro, cárcere privado e associação criminosa.

Ele foi localizado em diligências no bairro São João. Durante a ação, tentou fugir, mas foi detido. O homem não se entregou com facilidade e chegou a morder um dos policiais, motivo pelo qual passa a responder também por lesão corporal e resistência.

Conforme a Polícia Civil, entre os dias 2 e 3 de agosto do ano passado, organização criminosa a qual o homem faz parte sequestrou um fazendeiro em Água Clara. O grupo, que tinha participação de presos, agia seguinte forma: eles combinavam venda ou compra de gado para atrair as vítimas.

Os alvos eram rendido e extorquidos até terem suas contas bancárias esvaziadas. Uma das vítimas perdeu R$ 93 mil. Naquela ocasião, investigações levaram a prisões não só em Mato Grosso do Sul, mas também em São Paulo e Minas Gerais. O homem capturado em Três Lagoas foi encaminhado à Polícia Civil e está à disposição da Justiça.

Mais notícias