Senha ou computador de servidor podem ter sido usados para invadir site da Polícia Militar de MS

Todos os servidores foram orientados a trocar as senhas após exposição que comprometeu a segurança do sistema

A senha de um servidor público da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) pode ter exposto a a uma invasão no site oficial da instituição nesta segunda-feira (18). O problema foi resolvido momentos após ser detectado, e será apurado para verificar se a senha de um usuário com acesso autorizado ao site teria sido hackeada, ou se o computador dele tenha sido invadido.

Após a exposição do sistema de comunicação da Polícia Militar, a senha comprometida foi bloqueada e todos os servidores foram orientados a trocarem os códigos de acesso. Nenhuma informação sensível teria sido acessada pelos invasores, segundo a assessoria de comunicação.

O problema na página do site da PM hackeada foi detectada por volta das 21 horas desta segunda (18) chegando a ficar fora do ar, mas minutos depois voltou a funcionar. Na últimas notícias no site da instituição, apareciam as mensagens: “PM-MS hackeado por Aj4x :P.”

No início do mês, o sistema de atendimento virtual da concessionária Energisa ficou quatro dias após ataque atribuído a hackers que aconteceu na madrugada do dia 29 de abril. Após retornar a normalidade, a concessionária informou que os principais serviços de atendimento ao cliente voltaram a funcionar e foram retomados.

Senha ou computador de servidor podem ter sido usados para invadir site da Polícia Militar de MS
Mais notícias