Após fuga em massa na Fronteira, polícia estoura ‘casa de apoio’ do PCC em Dourados e 6 são presos

Suspeita é de que grupo abrigaria foragidos do presídio do Paraguai

A Defron (Delegacia Especializada de Repreensão aos Crimes de Fronteira) prendeu na noite desta quarta-feira (23), em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, seis pessoas que usavam espaço de lazer como casa de apoio a fugitivos do PCC (Primeiro Comando da Capital) e ao tráfico de drogas. O local facilitaria a logística de acesso à fronteira. Um adolescente foi apreendido.

Segundo nota, policiais civis foram informados que o grupo, que veio de outra cidade, havia locado o imóvel com piscina na semana passada, para receber mais criminosos. No domingo, 76 integrantes da facção fugiram da Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, na fronteira com o município sul-mato-grossense de Ponta Porã, o que chamou atenção da polícia.

Diante da possibilidade de que o imóvel fosse usado para abrigar os fugitivos, as equipes que atuavam no âmbito da Operação Hórus passaram a monitorar o local. Três indivíduos foram abordados nesta quarta, no momento em que chegaram em um veículo. Com eles foi apreendida porção de cocaína com 920 gramas, dois tabletes de maconha e ainda várias porções de droga fracionadas.

Lá foram localizados ainda mais três veículos com placas de outros estados. Duas mulheres e um homem moradores em Amambai, um homem morador na Vila São Pedro, em Dourados, e dois homens moradores na cidade de Dourados foram presos em flagrante por tráfico de drogas. Além deles, um adolescente que chegou ao local foi apreendido por uso de documento falso. Os autores foram encaminhados à 1ª DP e o menor ao Conselho Tutelar.

Mais notícias