Salvo pela polícia: papagaio mantido em cativeiro arrancava as próprias penas

Animal estava em uma casa no bairro Tiradentes

A (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais) resgatou na manhã desta terça-feira (18) no bairro Tiradentes, em Campo Grande, uma ave silvestre mantida em cativeiro. O animal, por conta do estresse ao ficar preso em uma gaiola, arrancou as próprias penas.

De acordo com a , a equipe recebeu denúncia do cativeiro e, no local constatou a presença de um papagaio do tipo campeiro, adulto, preso em uma gaiola de metal. Segundo a moradora, a ave lhe fora entregue no segundo semestre de 2019, por um conhecido residente no interior do Estado.

A equipe observou que a ave apresentava-se sem penas na região do peito e segundo, a mulher, foi o próprio papagaio quem as arrancou, o que pode ser explicado pela forma cativa de vida. A ave foi apreendida e encaminhada ao Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres). A moradora será investigada.

Salvo pela polícia: papagaio mantido em cativeiro arrancava as próprias penas
Mais notícias