Mandou vídeos pornográficos para adolescentes evangélicas e ameaçou com foto de arma

Autor frequentava grupo de jovens e mandou foto de arma para ameaçar menina

Preso acusado de usar perfis falsos em redes sociais para mandar vídeos pornográficos para adolescentes evangélicas, em Campo Grande, um homem de 22 anos afirmou que já teria feito mais de 100 vítimas. Ele foi interrogado nesta terça-feira (1º) pela . Em depoimento, uma vítima chegou a afirmar que o homem enviou foto de uma arma, a ameaçando caso não ficasse com ele.

De acordo com as informações, os policiais da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) foram até a casa do suspeito, no Jardim Centenário, para cumprir mandado de busca e apreensão da 7ª Vara Criminal de Campo Grande. Ele não foi localizado na residência, então os policiais se deslocaram até o local de trabalho do suspeito.

O homem foi encontrado e teve o celular apreendido. No aparelho, os policiais encontraram vários vídeos pornográficos e imagens sensuais de adolescentes. Duas vítimas, de 15 e 17 anos, foram identificadas e encaminhadas para a delegacia, onde foram ouvidas. Elas afirmaram que conheciam o autor, que fazia parte de um grupo de jovens da igreja evangélica.

As vítimas receberam imagens pornográfica e confirmaram também ter enviado imagens sensuais ao autor. Depois disso, uma delas passou a ser ameaçada. “Se não ficar comigo, não vai ficar com mais ninguém, eu vou te matar”, disse o homem, mandando inclusive a foto de uma arma. No outro caso, a jovem disse que tinha namorado, então o autor passou a xingá-la, quando ela decidiu bloquear o número de contato.

Durante seu interrogatório, o autor confirmou os fatos, dizendo que utiliza há pelo menos 5 anos, contas no Facebook, e , para enviar imagens pornográficas a adolescentes, que ele diz escolher aleatoriamente. Também disse que não se lembra para quantas jovens enviou imagens pornográficas, mas que certamente foram centenas. Ele afirmou ter “tara” por adolescentes e alegou arrependimento.

Mandou vídeos pornográficos para adolescentes evangélicas e ameaçou com foto de arma
Mais notícias