R$ 1 bilhão: PF deflagra operação contra traficantes de cocaína em MS

Mandados são cumpridos em cinco estados brasileiros

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (17), operação contra organização criminosa, que já teria lucrado mais de R$ 1 bilhão em lavagem de dinheiro e o tráfico internacional de cocaína. A droga era enviada para a Bélgica, em cargas de pedras. São cumpridos mandados em cinco estados brasileiros.

Os estados alvos da operação que foi denominada Tifeu são Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Rondônia. São 24 mandados de busca e apreensão e nove mandados de prisão temporária. Não há informações se no Estado teve alguma prisão. Está operação é um desdobramento da Operação Spectrum, deflagrada em julho de 2017, quando foi preso um narcotraficante de drogas.

Durante a investigação foi apurado que membros da organização criminosa, de origem estrangeira, vinham até o Brasil para com seus membros brasileiros organizarem a remessa de cocaína por meio marítimo. A droga era remetida para Bélgica oculta em cargas de pedras. Em uma operação, a polícia conseguiu apreender duas toneladas de cocaína.

Depois da apreensão da droga, as investigações descobriram um esquema de lavagem de dinheiro, onde foram identificadas empresas ligadas ao grupo criminoso, que movimentavam grandes valores financeiros. De acordo com o que foi apurado, apenas uma das empresas ligada a organização criminosa apresentou movimentação financeira de mais de R$ 1 bilhão, a crédito, em cerca de 4 anos, destacando-se o fato de haver várias origens suspeitas.

Também foi descoberto o vazamento de informações sigilosas por um escrevente autorizado de cartório de notas para um dos investigados.

O nome da Operação

Tifeu,vem da mitologia grega, que significa o gigante responsável pelos ventos ferozes e violentos, numa analogia ao poder da organização criminosa de transportar drogas do continente sul americano para o europeu e movimentação financeira bilionária.

R$ 1 bilhão: PF deflagra operação contra traficantes de cocaína em MS
Mais notícias