Professor de agronomia é sequestrado em roubo de camionete e está desaparecido

O veículo foi apreendido pela PRF com um receptador

Na tarde de quarta-feira (3), o professor de agronomia Ricardo Gava, de 33 anos, foi sequestrado e teve a camionete roubada enquanto trabalhava com um aluno em Chapadão do Sul, a 330 quilômetros de Campo Grande. O roubo só foi descoberto horas depois do desaparecimento, quando a camionete foi apreendida em Água Clara.

Por volta das 15 horas a esposa de Ricardo procurou a polícia para relatar o desaparecimento do marido. Ele estava na camionete Hilux preta, com um aluno, em uma estrada vicinal nas proximidades da universidade. Eles estavam trabalhando e o aluno foi até um local cobrir uma tubulação, enquanto o professor ficou na estrada, com a camionete.

Quando o aluno retornou, não encontrou mais o professor. Ele telefonou para Ricardo, que não atendeu. Ele estranhou o fato e comunicou a polícia e, em verificação nas imagens das câmeras da universidade, foi possível ver o momento em que a camionete passa em alta velocidade, seguindo uma moto e uma picape.

Já na madrugada desta quinta-feira (4), por volta das 3 horas, rapaz de 28 anos foi preso com a Hilux em Água Clara. Ele foi abordado pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) e acabou confessando que pegou o veículo em um matagal em Chapadão do Sul e deveria levar até Dourados, onde receberia R$ 3 mil pelo serviço.

O rapaz não soube dar outros detalhes sobre o roubo e nem onde estaria a vítima. O caso é tratado como roubo majorado pela restrição de liberdade da vítima e a polícia faz buscas pelo professor.

Professor de agronomia é sequestrado em roubo de camionete e está desaparecido
Mais notícias