Primo desaparecido pode ser oitava vítima de serial killer em Campo Grande

Primo de Cleber está desaparecido desde outubro do ano passado

Franklin Anastácio Pereira, 43, desaparecido desde outubro do ano passado pode ser a oitava vítima do serial killer Cleber de Souza Carvalho, 43, em Campo Grande. De acordo com apurado pelo Jornal Midiamax, Franklin é primo de Cleber e irmão de Flávio Pereira Cece, 34.

Flávio Pereira Cece, também primo de Cleber, até então desaparecido desde 2015, era dono do imóvel onde foi encontrado enterrado no bairro Alto Sumaré, região da Vila Planalto no último dia 15. Segundo a polícia, Cleber matou Flávio a pauladas o enterrou e vendeu a residência com o corpo dele enterrado.

O terreno da casa onde os restos mortais de Flávio foram encontrados, teria sido vendido por Cleber e Franklin ao atual morador. Após o desaparecimento de Franklin, a polícia procurou por um outro irmão dele, para saber sobre seu paradeiro.

O irmão disse que não tinha muito contato com Franklin, porém, disse que ele poderia estar morando no Bairro José Pereira. No José Pereira, a polícia teve informações de que Franklin trabalhava na Solurb. Já a empresa, informou que Franklin se desligou do trabalho no dia 15 de outubro do ano passado, sem justa causa e sem cumprir aviso prévio.

Em um endereço, que constava como residência de Franklin no setor de recursos humanos da Solurb, no residencial Ramez Tebet, foi encontrada uma moradora que disse desconhecer Franklin. Ela também afirmou que o imóvel não pertence Franklin. As informações sobre esta moradora e a casa estão sendo apuradas. Cleber está preso desde o último dia 15. A filha e esposa dele também foram presas.

Vítimas

No último dia 07, os policiais acharam o corpo de José Leonel Ferreira dos Santos, 61, enterrado em um quintal na Vila Nasser.  No último dia 15, policiais do DEH (Delegacia Especializada de Repressão a Homicídios) encontraram o corpo de outras cinco vítimas de Cleber. Um dia depois, os investigadores localizaram o corpo da sétima vítima.

 

Primo desaparecido pode ser oitava vítima de serial killer em Campo Grande
Mais notícias