Presos nove envolvidos em esquema de ‘atravessar’ carros roubados para a Bolívia

Carros e caminhão produtos de roubo foram apreendidos

Em um dia, equipes policiais que atuam na região de Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande, prenderam nove pessoas envolvidas em esquema de roubo, furto e receptação. Todos os detidos faziam parte de quadrilhas que entregavam veículos de origem criminosa na Bolívia, país de fronteira com a cidade sul-mato-grossense.

(Foto: Divulgação)

Segundo as informações da PRF (Polícia Rodoviária Federal), em ação conjunta com equipes do Batalhão de Choque de Campo Grande, quatro veículos foram recuperados e nove pessoas presas. Todas as abordagens aconteceram na BR-262, sendo a primeira ainda na madrugada de quarta-feira (29).

O motorista de 41 anos conduzia a picape Fiat Strada e disse que tinha comprado o veículo recentemente, mas levaria até Corumbá para revender. A declaração levantou suspeita dos policiais, que descobriram que as placas que o veículo ostentava eram falsas e que tinha registro de roubo ou furto, desde o dia 16 de janeiro.

O suspeito confessou que entregaria o veículo no município e que já tinha feito tal serviço na última semana, quando entregou uma Hilux. Algumas horas depois, as equipes abordaram um Voyage, conduzido por um homem de 33 anos. Ele demonstrou nervosismo e disse que viajava a passeio, mas acabou confessando o crime.

Caminhão foi recuperado (Foto: Divulgação)

Ele revelou que foi contratado para levar o veículo para a fronteira com a Bolívia e receberia R$ 6 mil pelo serviço. Já no início da tarde, os policiais abordaram um caminhão Volvo/FH 440, acoplado a um reboque. O motorista, de 26 anos, disse que foi contratado para levar a carreta até Corumbá depois de ver o anúncio de trabalho em um site de vendas e que recebia o endereço de entrega através de um aplicativo de mensagens.

As equipes da PRF e do Choque escoltaram o caminhão até o destino e, no local, um Gol se aproximou. O motorista de 37 anos entregou ao caminhoneiro um Manifesto Internacional de Carga Rodoviária (MIC/DTA) para justificar a entrada do caminhão na Bolívia. O motorista do Gol foi detido e declarou ter recebido a nota fiscal de outro homem, que também foi preso.

Enquanto isso, o motorista do caminhão recebia outra localização para levar os veículos. Os policiais também o acompanharam até o local e encontraram uma mulher e dois homens, que aguardavam o caminhão para atravessá-lo para a Bolívia. Os três suspeitos foram detidos e confessaram que estavam envolvidos no transporte ilegal.

Ao entrar em contato com a proprietária do caminhão, os policiais descobriram que o verdadeiro motorista estava desaparecido e que o boletim de ocorrência seria registrado em São Paulo (SP). As seis pessoas envolvidas na ocorrência foram presas e encaminhadas para a Polícia Civil de Corumbá.

Após a prisão, um motorista de 27 anos foi abordado na Mercedes-Benz GLA 200, placas de Belo Horizonte (MG). Questionado sobre onde tinha comprado o veículo, o homem confessou que recebeu o automóvel em Campo Grande e que o levaria até Corumbá. Pelo serviço, ele disse que receberia R$ 1,5 mil e acabou preso em flagrante.

Mais notícias