Presos fazem motim na Gameleira e balas de borracha são usadas na contenção

Detentos depredaram celas e tentaram fugir

Um motim iniciado na noite desta terça-feira (22) no Presídio Estadual Masculino de Regime Fechado da teve de ter intervenção com balas de borracha pelos policiais penais, em Campo Grande. Os detentos quebraram uma cela.

O motim teve início por volta das 18h30 da noite desta terça (22) quando os presos em sua totalidade da cela 21 do pavilhão 1 começaram a quebrar o local. Quando os policiais penais chegaram para fazer a contenção dos detentos foram ameaçados, “Vocês vão morrer, vou matar vocês”, teria dito um deles.

Os presos tentaram fugir da , quando começou a verbalização dos policiais penais para que voltassem para a cela, mas não obedeceram e foi necessário o uso de balas de borracha contra os detentos, sendo que um deles acabou ferido. Também foi usado pelos policiais arma de fogo, uma carabina calibre 21. Não foi possível identificar o detento que acabou ferido, segundo o boletim de ocorrência.

Os suspeitos do motim são Roberto da Silva Junior, João Paulo Silva, Gabriel Henrique da Silva, Flavio Martins Rosa, Flávio da Silva Luz, Diego Batista de Lima, Anderson Jesus da Silva e Willian Diego da Silva. Todos foram autuados por dano qualificado e ameaça.

 

Presos fazem motim na Gameleira e balas de borracha são usadas na contenção
Mais notícias