Polícia

Presos do PCC ameaçam policiais penais e oferecem R$ 50 mil por ‘cabeça’ de servidor

Policiais penais que atuam no presídio masculino fechado da Colônia Penal Agroindustrial da Gameleira, em Campo Grande, registraram boletim de ocorrência no início desta semana, após sofrerem ameaças de morte por parte de presos da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital). Um dos servidores teve a cabeça colocada a prêmio por R$ 50 mil.  […]

Renan Nucci Publicado em 30/12/2020, às 13h27 - Atualizado em 31/12/2020, às 09h38

(Foto: Arquivo Midiamax)
(Foto: Arquivo Midiamax) - (Foto: Arquivo Midiamax)

Policiais penais que atuam no presídio masculino fechado da Colônia Penal Agroindustrial da Gameleira, em Campo Grande, registraram boletim de ocorrência no início desta semana, após sofrerem ameaças de morte por parte de presos da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital). Um dos servidores teve a cabeça colocada a prêmio por R$ 50 mil. 

Os fatos teriam ocorrido na quinta-feira passada. Um dos policiais penais alegou que ele e mais três integrantes de sua equipe foram ameaçados por internos do Pavilhão II. As alegações eram de que as vítimas seriam mortas durante custódia para atendimento hospitalar.

Além disso, o policial que registrou boletim de ocorrência relatou ter descoberto um plano de execução para matá-lo, cuja recompensa era de R$ 50 mil. Também seriam alvo de atentado mais dois servidores. O caso foi levado ao conhecimento da autoridade policial da 6ª Delegacia de Polícia Civil e está sendo apurado.

Jornal Midiamax