Preso que invadiu Asilo São João Bosco disse que comida era para a família

Estava levando carnes, verduras e produtos de limpeza

O preso que invadiu o Asilo São João Bosco durante a madrugada desta terça-feira (7), em Campo Grande, no bairro Tiradentes, disse em depoimento que a comida furtada era para o consumo da sua família. Os comparsas dele acabaram fugindo.

Em depoimento depois de sua prisão, ele contou que havia furtado os produtos como carne, verduras e produtos de limpeza para a divisão com seus parceiros e para o consumo de sua família. Ele ainda afirmou que já havia sido preso anteriormente pelos crimes de tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo.

O prejuízo ao asilo foi de R$ 300 dos produtos furtados, que estavam sendo levados em um carrinho de mão pelo trio. Antes da invasão, os comparsas teriam ficado por dois dias ‘cuidando’ a movimentação do asilo até que aproveitaram a noite chuvosa para cometer o crime.

Durante as rondas na região, os policiais do Batalhão de Choque avistaram o grupo com o carrinho de mão, momento em que foi tentada a abordagem e eles fugiram pulando muros de residências, sendo que Igor dos Santos acabou capturado e preso.

Preso que invadiu Asilo São João Bosco disse que comida era para a família
Mais notícias