Preso que carregava maconha avaliada em R$ 984 mil disse que passava dificuldades financeiras

Iria receber R$ 15 mil pelo transporte

O motorista de aplicativo de 32 anos preso nesta segunda-feira (26), em Campo Grande disse em depoimento quando detido que estava passando por dificuldades financeiras, e por isso, teria aceitado fazer o transporte da maconha avaliada em R$ 984 mil.

Ele disse que pediu ajuda para um amigo que o indicou para fazer o transporte da maconha que seria levada para . Ele passa por audiência de custódia nesta terça-feira (27) quando será decidido ou não pela sua prisão preventiva.

A perseguição começou por volta das 16 horas desta segunda (26), quando o traficante estava trafegando com a camionete e fez uma manobra na contramão levantando suspeitas dos policiais que deram ordem de parada, que não foi obedecida pelo traficante.

Ele fugiu em alta velocidade sendo perseguido pelos policiais, que pediram apoio fazendo uma barreira na , mas o traficante mudou o trajeto entrando no bairro Noroeste momento em que bateu em uma máqui8na agrícola lançando para fora da carroceria do carro vários tabletes de maconha.

Ele não parou continuando a fuga até que os militares atiraram contra os pneus traseiros da camionete parando o veículo. Foram encontrados nos bancos traseiros e na carroceria tabletes de maconha, num total de 984 quilos da droga, que seria levada para .

A droga foi avaliada em R$ 984 mil, e o motorista iria receber R$ 15 mil pelo serviço. Ele foi levado para a delegacia.

Preso que carregava maconha avaliada em R$ 984 mil disse que passava dificuldades financeiras
Mais notícias