Preso após invadir hospital para roubar disse que foi obrigado por dívida de R$ 60

Dívida era da compra de um tênis de um homem conhecido por ‘Gago’

O rapaz de 20 anos que foi preso neste fim de semana após invadir o Hospital Nosso Lar, na Vila Planalto, em Campo Grande, disse que cometeu o crime depois de ser obrigado por um homem conhecido por ‘Gago’. Ele teve a liberdade concedida comedidas cautelares pela Justiça.

Em depoimento, ele contou que teria sido obrigado por ‘Gago’ a pular o muro de cerca de 2 metros de altura para roubar uma bomba de água e pagar a dívida que tinha de R$ 60 da compra de um tênis. Inicialmente, pensou em atravessar o hospital e sair pelo outro portão, mas percebeu que ‘Gago’ estava ‘cuidando’ a outra saída e entrou no vestiário feminino, mas não levou nada apesar de arrombar vários armários.

Com ele, os policiais encontraram o valor de R$ 115 que disse ter recebido de um serviço que havia feito, mas em dizer qual seria o trabalho. A invasão ao hospital aconteceu por volta das 2 horas da madrugada de sábado (9), quando o bandido foi flagrado dentro do hospital por outros funcionários no vestiário feminino, depois de arrombar vários armários. Ele já havia pegado uma bolsa de uma funcionária da limpeza com R$ 60. O autor foi amarrado pelos pés e mãos até a chegada da polícia.

Preso após invadir hospital para roubar disse que foi obrigado por dívida de R$ 60
Mais notícias