Preso por abusar de mulher em ônibus reclama por apanhar do irmão da vítima

Ele afirma que foi atacado com golpes de capacete e ficou lesionado

O auxiliar de padeiro de 23 anos preso na segunda-feira (03) por sexual, depois de se esfregar em uma passageira e mostrar o órgão genital dentro de ônibus de transporte público, denunciou o irmão da vítima por agressão. Nesta terça-feira (04), ele registrou boletim de ocorrência por lesão corporal dolosa na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Cepol (Centro Especializado de Polícia), em Campo Grande.

O rapaz alegou que, depois de já estar detido no terminal Aero Rancho, foi agredido com capacete pelo irmão da moça. O ataque resultou em escoriações no rosto e do lado esquerdo do corpo. Ele afirmou ainda que outras pessoas teriam testemunhado as agressões. Além disso, foi submetido a exame de corpo de delito que constatou as lesões, motivo pelo qual manifestou interesse em representar criminalmente.

Nesta manhã, ele foi submetido à audiência de custódia, teve a prisão preventiva decretada e foi encaminhado ao Instituto Penal. Na segunda-feira, ao ser preso e levado à Deam (Delegacia de Atendimento à Mulher), ele negou o crime e disse que sua mochila havia esbarrado na vítima. A mulher relatou que pegou o ônibus da linha 080, por vota das 15h20.

O ônibus estava lotado e ela contou que percebeu quando o auxiliar passou a cheirar seu pescoço e a se esfregar nela. Quando se virou para pedir que parasse, viu que o homem estava com o órgão genital para fora das calças. A vítima começou a gritar por socorro e outros passageiros contiveram o auxiliar de padeiro, que foi agredido.

Preso por abusar de mulher em ônibus reclama por apanhar do irmão da vítima
Mais notícias