Polícia pede prisão de mãe que ajudava pai a estuprar menina de 7 anos

Casal fugiu e polícia faz buscas

Foi feito o pedido de prisão para a mãe da menina de 7 anos, que era estuprada pelo pai, no Jardim Tijuca em Campo Grande. O crime era filmado pelo homem, que tinha a ajuda da mulher. O casal está foragido e é procurado pela polícia.

Segundo a delegada da Depca (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente), Franciele Candotti, foi feito o pedido de prisão para a mãe da menina, que ajudava o homem a cometer o crime. Ele já tinha um mandado de prisão em aberto da cidade de Corumbá, onde é acusado pelo mesmo crime.

O casal está foragido desde o dia 16 de janeiro , quando o caso veio à tona, depois que uma vizinha recebeu em seu celular um vídeo do autor estuprando a criança. O Conselho Tutelar foi chamado junto da polícia, que encontrou além da menina os outros irmãos em situação de abandono.

Os irmãos de, 13, 12, 7 e 4 anos foram levados pelo Conselho Tutelar e ouvidos na delegacia. A menina de 7 anos confirmou que era estuprada pelo pai, mas não soube precisar a quanto tempo o crime acontecia dizendo que o último abuso ocorreu em dezembro de 2019. O celular do pai não foi encontrado.

Já, o celular do adolescente de 134 anos foi apreendido para passar por perícia. No dia 17 de janeiro, a irmã da menina foi ouvida na delegacia, ela também já teria sido vítima do homem que era seu padrasto. A jovem é irmã da garota de 7 anos.

No depoimento, ela contou que conviveu até os cinco anos com a mãe e o padrasto, e depois morou com uma tia. Ela relatou que guarda memórias ruins da época, mas não soube se expressar, conforme a polícia.

Mais notícias