Polícia investiga que se arma de homem morto a tiros na fronteira foi furtada após o crime

Vítima tinha 36 anos

Foi identificado como Davi Rodrigues dos Santos, de 36 anos, o homem morto a tiros na manhã desta quinta-feira (19) em Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande. Ele estaria do e o caso é investigado.

Segundo as primeiras informações da , quando as equipes chegaram ao local encontraram o corpo da vítima caído ao lado de várias cápsulas de fuzil e pistola. Ainda foi constatado que Davi tinha várias perfurações pelo corpo, no tórax, braços e pescoço, mas não há ainda número exato de tiros que o atingiram.

Uma familiar de Davi contou que ele estava morando na casa dela, naquela região, há aproximadamente dois meses. No entanto, ela desconhece a motivação do crime ou a autoria. A princípio, a informação seria de que um veículo estrangeiro passou por Davi, que estava na calçada, e começou a atirar.

Ainda segundo a polícia, Davi também estaria armado com uma pistola e teria reagido, atirando. Após a troca de tiros os autores fugiram e o ocupante de um Fiat Sienna branco teria passado pelo local e levado a pistola da vítima.

Polícia investiga que se arma de homem morto a tiros na fronteira foi furtada após o crime
Mais notícias