Polícia fiscaliza embarcações e apreende redes de pesca em rios de MS

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Coxim fiscalizou 12 embarcações de pescadores profissionais e amadores e apreendeu redes de pesca nos rios Taquari e Coxim. Policiais militares ambientais de Coxim estão realizando fiscalização preventiva à pesca predatória nos rios Taquari, Coxim e afluentes.

Segundo a polícia, durante os trabalhos preventivos foram abordadas 12 embarcações, com 41 pescadores amadores e profissionais e todos pescavam respeitando a legislação. De qualquer forma, as equipes os orientaram sobre as mudanças nas normas de pesca no Estado ocorridas no dia 28 de fevereiro.

Durante os trabalhos de hoje (2), a PMA retirou 32 anzóis de galho (petrecho proibido), que foram cortados de árvores às margens dos rios, além de duas redes de pesca que estavam armadas. Vários peixes, aproximadamente 15 kg, que estavam vivos e presos aos petrechos ilegais foram soltos.

Se identificados, os pescadores que armaram os petrechos responderão por crime ambiental de pesca predatória. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. Serão também multados administrativamente em valor de R$ 700 a R$ 100 mil.

A PMA continuará em fiscalização preventiva, fundamental para evitar a depredação dos cardumes, especialmente, com uso desses tipos de petrechos ilegais que possuem alto poder de captura.

Mais notícias