Polícia descobre ‘pombos’ que seriam arremessados para detentos da Máxima

Drogas estavam com marcações para celas de onde seriam entregues

Durante a madrugada desta quinta-feira (12), um homem identificado como Abel Coelho Vieira de 19 anos foi preso pela polícia, no Jardim Noroeste em Campo Grande, após a descoberta de ‘pombos’ que seriam arremessados para dentro do Presídio de Segurança Máxima.

O flagrante aconteceu por volta da 1 hora da madrugada desta quinta (12), quando policiais que estavam em patrulhamento na favela do lixão viram quando um homem saiu de um dos barracos do local e fugiu ao ver os policiais, que foram até a casa, que estava com a porta aberta e ao entrarem viram Abel embalando drogas.

Na casa foram encontrados 21 papelotes de cocaína, 19 tabletes de maconha que estavam acondicionados em fardos com as inscrições ND 1B e PX 1B, que indicava que seriam arremessados por cima dos muros da Máxima. Além da droga ainda foram encontrados acondicionados em embalagens três carregadores de celulares, três fones e dois cabos USB.

Abel contou que por ganhava R$ 400 pelos ‘pombos’ de drogas e R$ 100 pelos ‘pombos’ de eletrônicos arremessados. O homem que fugiu da polícia seria conhecido por ‘Baixinho’. Abel foi preso e levado para a delegacia.

Mais notícias